Escola e Família – Uma parceria de valor – Reunião de Pais e Mestres

ESCOLA E FAMÍLIA 

Ontem no CAOB aconteceu a reunião de pais para distribuição dos Boetins e também atendimento com professores nos casos de dúvidas e recuperações.

Nesse sentido deixamos aqui um dos conteúdos citados na reunião onde o CAOB procura sempre inserir a Família na Escola formando um só ensinamento.

UMA PARCERIA DE VALOR

A escola é a parceira da família na educação dos filhos. Devem andar sempre de mãos dadas.Os pais não devem deixar de vir à escola. Não procurarem a escola só quando o filho vai mal. Eis alguns passos para uma boa parceria.

  • Durante o período letivo, se a família encontra algum dificuldade na educação do filho em casa, ela deve procurar a escola, informar o que está acontecendo, e juntos buscar soluções.
  • Quando a escola perceber algo diferente no aluno e não consegue atingi-lo, deve chamar a família, relatar o que está acontecendo e juntos encontrar soluções. Educar é um caminho que se deve fazer juntos.
  • O aluno também faz parte no processo de sua educação. Quando ele nota que  a escola não está ajudando  ou prejudicando em sua formação deve relatar aos pais e assim juntos buscarem soluções  para o crescimento do filho/aluno.
  • Quando o filho não encontra em sua família um ambiente que não o ajuda em sua formação este busca força na escola e juntos vão ao encontro de uma possível solução. Daí o trio no processo formativa: Escola/família/aluno(filho).

Existem vários desafios  nesta trilogia educacional.. Vejamos:

  • Pais que não têm domínio sobre os filhos e deixa por conta da escola.Não acompanham os filhos. A escola oferece alguns valores para o aluno e estes não batem com os valores oferecidos pela sua família. Surge o conflito existencial. O educando fica um pouco perdido. A quem seguir?
  • Pais que não participam de reuniões, não interessam sobre o rendimento do filho durante o ano letivo. Mas, se o filho é reprovado,aí sim, toma as dores do filho e vem tomar satisfação com a escola. Será que é para ganhar o filho?
  • Pais que protegem demais o filho. Quando o filho chega em casa dizendo que aconteceu algo com ele na escola, os pais vêm logo não para dialogar e sim tomar satisfação e as dores do filho.
  • Pais que não procuram conhecer o método pedagógico da escola, fala que a escola aperta muito, levam o filho para outra escola e no entanto nunca vieram a escola para dialogar
  • Pais que pensam que a escola tem a obrigação de dar descontos na mensalidade ou que atrasam no pagamento da mesma, enquanto gastam em outras coisas desnecessárias.
  • Alguns pais julgam a educação um comércio,pagam, colocam o produto que é o filho, os funcionários cuidam deste produto e pronto. Não dão a mínima para a escola, desconhecem o professores, os funcionários, até mesmo o diretor. Pegam os filhos na escola de cara fechada, não são capazes de darem um bom dia, uma boa tarde. No fundo pensam; não fazem mais do que a obrigação estou pagando. Igual padrão e empregado que não são capazes de se entreolharem e verem que empresa e funcionário devem ser parceiras para se ter bons resultados.

E assim vários outros….

A melhor herança que pais deixam para os filhos se chama EDUCAÇÃO.

Pelos frutos se conhecem as árvores.

O que fortalece a parceria é a confiança.Confiem na escola, acreditem nos educadores. Não joguem pedras antes de saber o que está acontecendo. Não existe perfeição,  existe acerto. Não existem problemas, existem soluções.

Não julgueis e não sereis julgados.

Resumindo:

O caminho e a parceria entre família e escola é fundamental. Ambas precisam se acolher, se entender e se ajudar para o bem comum desse indivíduo, preparado como pessoa para viver em sociedade. Porém, sempre cabe à família educar e estar alerta, pois o contrato com a escola pode ser rescindido, mas o contrato de pai, mãe e filho é para a vida toda. Portanto, é muito importante exercer os papéis com sabedoria e responsabilidade de todos.

Assista e analise os vídeos abaixo: