Família – Escola – Sociedade: Rumo a uma educação emocional e inteligível

O Colégio Arquidiocesano de Ouro Branco lança em 2016 uma nova proposta educacional, voltada para seu lema, seu objetivo e seus princípios. O projeto de apoio analítico aos alunos e família.

Vivemos em uma sociedade que, aos olhos da saúde mental, está falhando na educação de nossas crianças. Falhando, pois ao estimular à produtividade técnica, distancia o indivíduo de si mesmo e de suas emoções, fazendo com que estas sedam lugar á racionalidade demasiada, eliminando dele mesmo a oportunidade de viver de fato seus desejos e propósitos pessoais. Ao deixar de lado tais vias, o individuo pode ir paulatinamente, adoecendo em meio ao mundo que, de um lado constrói inquestionáveis tecnologias, mas fragmenta aquilo que chamamos de humanidade.

Para que nossas famílias e principalmente nossos educandos não sejam fragmentados por essa condenação contemporânea, o CAOB lança o projeto “Escola –Família –Sociedade: Uma educação emocional e inteligível”, pois acreditando que, ao nos dispormos para a escuta da família e dos alunos e colaborando perante as dores e emoções neutralizadas, possam estes se colocar diante da linha da vida, como locomotivas de sua própria existência. Isto de forma autônoma e livre. A autonomia acredita-se, é a chave para a eclosão da liberdade equilibrada, que dá ao sujeito capacidade individualizada para superar seus próprios limites e se colocar disponível para uma vida de fato consistente, donde as emoções e o uso consciente da razão estejam a favor e não contra das anuências das escolhas.

Para este apoio, o Colégio Arquidiocesano disponibiliza o Prof. Juliano, que fazendo uso de sua formação em psicanálise clínica, está desenvolvendo e continuará a desenvolver encontros semanais (quartas feiras as 18:30 hs) disposto a acolher, escutar e a colaborar, diante os anseios, dores e questionamentos provenientes da família e dos educandos. Nestes encontros, dicas provenientes da psicanálise relacionada à educação farão parte das interlocuções e a partir deles, reuniões e diálogo serão agendados (provenientes do desejo da família) para que os sofrimentos do seio familiar sejam de fato pensados, estudados e discutidos, deixando o erro social de apenas serem sofridos.

Para que o futuro da humanidade não seja tão doloroso quanto está por se entender, desejamos que nossos educandos e sua família, elaborem suas dores e possam assim superá-las para que cada um seja o que desejar em seu decorrer da existência. Para isto é que esse projeto foi pensado e criado. Pois acreditamos que de fato, uma verdadeira escola pode também se dispor a acalentar o indivíduo diante de suas questões existenciais. Contem conosco, estamos dispostos a ajudar!

Ao receber nosso convite sempre enviado em forma de carta para a família, não deixe de  se fazer presente, pois sem sombra de dúvidas, a criança, o educando, o aluno e seu grupo familiar é um complexo de emoções muito além do apresentado para o mundo. Por isso, para que este “algo a mais” esteja sempre em busca do equilíbrio é que este projeto foi montado e a partir de nosso uso perante ele, poderemos superar vários obstáculos, subir montanhas de dor, para do alto vivenciarmos o prazer de se capturar um horizonte de satisfação existencial.

Não deixe de se fazer presente nessa jornada!

CAOB