Feliz Páscoa! Viva Cristo Ressuscitado!!!

O Senhor Ressuscitou verdadeiramente. Aleluia! “Ora, se morremos com Cristo, cremos que viveremos também com ele” (Rm 6,8). Eis uma promessa! Porém, existe uma condição para tomarmos posse da promessa: morrer com Cristo. Experimentar a Ressurreição é primeiro provar a dor, o sofrimento. O Salmo 68 nos recorda a via dolorosa pela qual passam tantas pessoas, especialmente as justas. Há um mistério por trás do sofrimento do justo; e mistérios não existem para serem compreendidos, mas aceitos, acolhidos. Assim também o é o Mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus em que, como participantes do Corpo Místico de Cristo como Igreja que somos, podemos experimentar do sofrimento do Mestre, mas sobretudo participar da Sua Ressurreição. Num trecho do livro ‘A Imitação de Cristo’, Jesus diz à nossa alma: “Que diz, Filho? Cessa de queixar-se, considerando Minha paixão e os sofrimentos dos santos. Traga à memória as gravíssimas penas por quais passaram, para que facilmente sofra seus pequenos trabalhos. E se não lhe parecerem pequenos, procure levá-los todos com paciência.” (cap. XIX, p.248) Oferecer nossos sofrimentos pela nossa conversão e santificação dos nossos, unindo nossas dores às de Jesus é a via que Ele nos convida a trilhar para chegarmos à Ressurreição. O sofrimento vivido com Jesus traz um forte poder de compaixão, desapego e purificação, sedimentando em nós o amor pleno.

17968065_1333144756774032_1888871065_o